Acusado de mandar matar pediatra é preso em Barreiras

0
Recompensa é de R$ 30 mil pelo paradeiro do mandante. (Foto: Reprodução)
Publicidade
O apontado como mandante do homicídio do médico pediatra Júlio César de Queiroz Teixeira, de 44 anos, teve o mandado de prisão temporária cumprido, na tarde desta sexta-feira (22), ao se apresentar na 11ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin) de Barreiras.
Conforme boletim, Diego Cigano se entregou às 15h. Depois disso, a polícia realizou exames de lesões corporais e fez as comunicações cabíveis.
Outras quatro pessoas envolvidas no crime, ocorrido no dia 23 de setembro, na clínica onde a vítima trabalhava na cidade de Barra, já foram presas e permanecem à disposição da Justiça. Um capacete e a motocicleta usada por um dos suspeitos também foram apreendidas.
“A Polícia Civil empregou várias técnicas de investigação e instrumentos de inteligência para identificar e localizar todos os envolvidos no crime”, ressaltou a diretora do Departamento de Polícia do Interior (Depin), delegada Rogéria Araújo, destacando o empenho de equipes da 14ª Coorpin/Irecê na elucidação do homicídio.