Aluna com síndrome de Down fica trancada após funcionários de escola irem embora e não notarem a presença dela

Uma aluna com síndrome de Down ficou trancada em uma escola de Serra do Ramalho por cerca de 6 horas, na última segunda-feira (01). A situação aconteceu depois que as aulas foram canceladas e os funcionários trancaram o prédio sem perceber que a estudante não havia saído.

Familiares disseram que, por volta das 17h30, a mãe foi buscar a filha e encontrou a jovem trancada. A mulher se desesperou e acionou a Guarda Municipal, que arrombou o cadeado para que a aluna pudesse sair.

Procurada pelo G1, a direção da unidade disse que a mãe a deixa todos os dias no pátio da escola. A partir daí, um funcionário a encaminha para a sala de aula. No dia da situação, o irmão da jovem a teria levado e deixado em frente à escola, razão pela qual os funcionários não notaram a presença dela.

A direção também disse ter se retratado com a família e informou que a escola não tem cuidador. Apesar disso, os funcionários mantêm os cuidados necessários com a aluna em questão e com outro estudante que tem síndrome de Down.

  • Compartilhe:

O Gazeta 5 é um dos principais veículos de jornalismo digital da região Oeste. O site cobre os vários acontecimentos nas áreas de esporte, trânsito, segurança, política, concursos públicos e entretenimento.
Categorias
Fale conosco
Siga-nos