Após duas pessoas morrerem em cirurgias espirituais, suposto médium é procurado pela polícia em Barreiras

Conforme a Polícia Civil, o homem atendia uma vez por mês em Barreiras, em uma chácara da zona rural.

0
Vanderluce é uma das vítimas fatais. (Foto: Reprodução/TV Oeste)
Publicidade

Um homem que se apresentava como médium é acusado de provocar a morte de duas pessoas e lesionar uma terceira após a realização de cirurgias espirituais em Barreiras, na região Oeste.

Identificado apenas como Antônio pela Polícia Civil, o suspeito dizia trabalhar em um centro espírita de Aparecida de Goiânia, em Goiás.

Conforme a Polícia Civil, o suposto médium atendia uma vez por mês em Barreiras, em uma chácara da zona rural.

Entre as vítimas está Vanderluce, de 42 anos, que morreu após um procedimento. A mulher, segundo o marido dela, procurou ajuda com dores abdominais e, após se consultar com Antônio, decidiu fazer a cirurgia espiritual que a levou  a morte.