Comandante da 28ª CIPM fala sobre trabalho realizado em Ibotirama e região

Só neste ano, 38 armas de fogo já foram apreendidas durante as operações, 22 a mais do que no mesmo período do ano passado.

0
O comandante avalia como positivo os resultados alcançados. (Foto: Gazeta 5)

Há quase um ano à frente da 28ª Companhia Independente de Polícia Militar, o comandante da unidade, Capitão Santos Silva, realizou um balanço das principais ações desenvolvidas pela corporação ao longo dos últimos meses.

De acordo com o oficial, apesar das dificuldades ainda enfrentadas por conta do baixo efetivo, os resultados alcançados até então são satisfatórios. Com base em dados do mesmo período do ano passado, por exemplo, já há reduções importantes no número de alguns crimes.

“Em relação ao primeiro semestre do ano passado, na área de atuação da companhia, o número de tentativas de homicídio caiu de 16 para 11. Já os homicídios foram reduzidos em mais de 50%, caindo de 12 para 5”, afirma.

Quando se trata de apreensões de armas de fogo, o resultado é ainda melhor. Só neste ano, nas operações realizadas pela polícia, 38 armas já foram apreendidas, 22 a mais do que no ano anterior.

Além da parceria com a comunidade, que ajuda a polícia por meio de denúncias anônimas, o mérito é atribuído ao importante trabalho feito pela tropa, atualmente composta por mais de 80 policiais divididos entre cinco municípios.

Conforme o comandante, o empenho do efetivo traz excelentes resultados, e a aproximação com a tropa torna o trabalho mais fácil. “Temos o estabelecimento  de vínculos na corporação,  essa é a filosofia. O mérito não é meu, é da tropa”, finaliza.