Concurso da prefeitura de Ibotirama: o que fazer na última semana de estudos?

Provas para cargos efetivos acontecem no próximo domingo.

0
Foto: Reprodução/Gazeta 5
Publicidade

A pouco menos de uma semana para o concurso da prefeitura de Ibotirama, o Gazeta 5 buscou informações sobre como os candidatos devem organizar os seus estudos de maneira a aumentar as chances de aprovação. A contribuição veio do professor mestrando Romilson Souza. Veja o que ele disse abaixo.

Na última semana antes da prova do concurso o mais importante é manter o equilíbrio e não entrar em pânico. Os conteúdos que já foram estudados já foram estudados e não ocorrerá muitas alterações em sua base de informações em tão poucos dias. Mas, por outro lado, se o candidato se preparou muito bem em relação aos estudos, manter a calma é muito importante, pois tudo pode se perder caso ele entre em pânico e perca o equilíbrio.  Mas atenção, não pare de estudar!

Revisar a teoria 

Caso o candidato tenha feito um bom preparo, uma boa pedida é realizar a revisão da teoria. Isso pode ser feito com a confecção de Mapa mental e resumos.

O mapa mental é um diagrama que permite que você organize ideias de forma simples e lógica, representando-as visualmente, facilitando o processo de memorização. Ele começa com um tema central, que evolui através de linhas ou “ramos” relacionando os subtópicos do tema.

Outro item importante são as fichas resumo. As fichas devem ser elaboradas aos poucos, iniciando com as informações básicas organizadas em tópicos, quadros ou esquemas e com elas o candidato vai adquirir uma maior quantidade de informações relevantes.

Mas isso só será possível se o candidato teve tempo de estudar todos os assuntos e preparar um bom material para revisão.

A medida que o candidato vai estudando, deve complementar as informações com outros detalhes e observações sobre pontos específicos em que perceba que ainda tem dificuldade.
Se houver algum tipo de exercício em que o candidato ainda tenha dificuldade, vale resolvê-lo apenas como revisão, para lembrar qual é o encaminhamento correto.

Caso o candidato não tenha visto todo o conteúdo

Devido a diversos fatores, como, por exemplo, trabalho, família ou outros tipos de estudo. Muitos candidatos não conseguem se preparar adequadamente e isso não o permitirá fazer uma revisão completa em tão pouco tempo. Ainda assim, é mais recomendado relembrar o que já foi estudado e garantir os pontos referente do que tentar aprender coisas novas correndo o risco de não fixar nada.

A semana que antecede a prova também é o momento da  “decorebas”. Há detalhes que precisam ser memorizados principalmente em textos de leis, se algo ainda está pendente, esse é o momento.

Para os candidatos que irão fazer provas que contenham conhecimento jurídico é importante leitura de textos de lei pois as mesmas requerem memorização e costumam aparecer nas provas em questões com os textos retirados diretamente da lei.

A resolução de questões

Por fim, a realização de exercícios durante a última semana da prova  é uma regra fundamental para todos os tipos de candidato, os que se prepararam bem para o concurso e  para os que não tiveram tanto êxito na preparação. Resolver centenas de exercícios direcionados ao cargo desejado e de preferência questões da banca do concurso, com certeza vai fazer muita diferença na prova do seu concurso, mas não estamos falando de 10 , 20 questões por dia. Estamos falando de valores com 100 ou 200. Imagina resolver 200 questões por dia significam mil questões resolvidas ao final de uma semana e  assim ainda sobra tempo o fim de semana para você descansar ou estudar.

E caso não consiga êxito na prova é importante seguir estudando para estar mais bem qualificado no próximo concurso.

Contribuiu Romilson Souza