Depois de serem reconhecidas em lei municipal como serviços essenciais, academias e igrejas têm funcionamento proibido por decreto

0
Saída da BR-242 em Ibotirama. (Foto: Gazeta 5)
Publicidade

Atualização

Após a publicação desta matéria, um decreto publicado no Diário Oficial do município voltou a permitir o funcionamento de academias e igrejas, que devem obedecer a uma série de restrições. Clique aqui e leia