Diretor médico do HRI emite nota sobre documento que informa suspensão de serviços ao CREMEB

Comunicado que vazou na rede na última segunda-feira (07) informa que os médicos da unidade paralisariam as atividades por 72h.

0
No comunicado, a informação é de que os casos de emergência seriam atendidos. (Foto: Gazeta 5)

Depois do vazamento de um documento onde médicos do Hospital Regional de Ibotirama comunicam ao Conselho Regional de Medicina da Bahia (CREMEB) a suspensão de atendimento médico por atrasos de salários, o diretor da unidade, Dr. Marcos Valério, foi a público, por meio de uma rede social, esclarecer a situação.

De acordo com médico, o material divulgado nada mais é do que uma comunicação ao CREMEB sobre o atraso de salários e não tem conotação política. A cópia do documento teria sido adquirida sem a autorização dele.

Ainda na nota, o diretor do HRI afirma que é uma reivindicação legítima, endereçada ao empregador, e não é atribuída à gestão municipal nem à SESAB. O texto não diz se ainda há a possibilidade de interrupção do atendimento.

Procurada, na manhã desta terça-feira (08), a Secretaria Municipal de Saúde informou que a gestão do hospital ainda não é de sua responsabilidade. Apesar disso, a pasta estará atenta a toda e qualquer situação que possa comprometer o atendimento à saúde da população.

Ainda pela manhã, o Gazeta 5 confirmou que todos os setores do Hospital continuam em atividade.

Documento foi postado posteriormente pelo médico. (Foto: Reprodução)
Nota emitida pelo diretor. (Foto: Reprodução)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here