Em greve há dois dias, médicos continuam atendimento a emergências e convocam órgãos para negociação

0
Hospital Regional de Ibotirama. (Foto: Gazeta 5)

Em greve há dois dias, os médicos do Hospital Regional de Ibotirama continuam atendendo casos diagnosticados por eles como urgência e emergência.

Conforme apuração do Gazeta 5, pelo menos 40 procedimentos já foram realizados desde o início da paralisação. Entre os casos estão cesarianas, curetagem, tratamento de crise hipertensiva, diabetes descompensada e criança desidratada.

Na manhã deste domingo (12), além de 01 cirurgião de sobreaviso, 02 plantonistas, 01 anestesista e 01 ortopedista estavam de serviço na unidade. O Gazeta 5 registrou o momento em que um deles atendeu a uma solicitação para a realização de um exame de ultrassonografia.

O Gazeta 5 também teve acesso a um documento encaminhado pelos médicos à Sesab, à SM, à Comissão de Transição da Municipalização do HRI e à prefeitura de Ibotirama. Nele, os profissionais convocam as instituições para uma mesa de negociações, prevista para acontecer na próxima segunda-feira, na Sala de Gestão do HRI.

Conforme uma fonte, apesar de propostas para outras cidades, os médicos não demonstram interesse em deixar a unidade, já que boa parte deles tem décadas de trabalho na casa. A informação é de que se houver pelo menos o pagamento do mês de julho e a garantia formal do acerto dos demais meses todos eles voltariam ao trabalho.

Veja ofício:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here