Estudante da zona rural de Ibotirama recebe Menção Honrosa na Olimpíada Brasileira de Matemática

Murilo Amorim Alves, de 12 anos, é estudante do Colégio Isaura Soares.

0
Murilo quer se formar em Letras e fazer uma revista. (Foto: Reprodução)
Publicidade

Um  estudante da zona rural de Ibotirama, na região Oeste,  recebeu “Menção Honrosa” na Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP). Murilo Amorim Alves, de 12 anos, aluno do Colégio Municipal Profª Isaura Soares, localizado na Canabrava do Boqueirão,  foi destaque entre milhares de alunos que fizeram a prova.

 Neste ano, nenhum outro participante de Ibotirama, tanto de escolas públicas quanto de instituições privadas, conseguiu premiação na olimpíada. Professores, escolas e secretaria também não se destacaram.

A conquista de medalhas na olimpíada não é novidade nas escolas particulares da cidade, mas Murilo talvez seja um dos primeiros estudantes (ou o único) que já receberam o título na rede pública. 

Morador do Povoado Poço do Nezinho, ele é descrito pela mãe como muito estudioso e gasta parte do dia escrevendo. Na contramão do resultado na OBMEP, o sonho do menino, que vai e volta pra escola de ônibus, é se formar em Letras, aprender Libras, Braile, virar escritor e fazer uma revista.

A Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP) é uma realização do Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada (IMPA) que estimula o estudo e a descoberta de talentos na disciplina. Em duas fases, o concurso premia os concorrentes com medalhas de ouro, prata, bronze, Menções Honrosas e Bolsas de Iniciação Científica.