Ibotirama registra casos de pessoas que, após curadas, testaram positivo pela segunda vez para coronavírus

0
Coleta para exame sorológico para a Covid-19. ( Foto: Gazeta 5)
Publicidade

Ibotirama já registra casos de pessoas que, após curadas, testaram positivo pela segunda vez para o novo coronavírus. As informações são extraoficiais, obtidas pelo Gazeta 5.

Um dos pacientes nessa situação falou sobre a segunda contaminação em uma rede social e disse que, assim como da primeira vez, se curou da infecção. A Secretária Municipal de Saúde ainda não comentou nenhum caso.

Para a Organização Mundial da Saúde (OMS), “o que ocorre é que, enquanto os pulmões ficam curados, determinadas células mortas presentes nos pulmões começam a ser expulsas. E são esses fragmentos pulmonares que fazem com que o teste seja mais uma vez positivo”. Na teoria, uma pessoa nessa situação não teria sintomas.

O fato é que algumas das pessoas que testaram positivo pela segunda vez em Ibotirama teriam apresentado sintomas ainda piores do que da primeira, segundo fontes que preferem ter os nomes preservados.

Foto: Reprodução

A situação pode confirmar o que disse a médica epidemiologista da OMS Maria Van Kerkhove à BBC News.

“Até ao momento sabemos que quando alguém adoece com Covid-19, o seu organismo cria anticorpos e tem uma resposta imune entre uma a três semanas após ter ocorrido inicialmente a infeção”, explicou. 

“Todavia, ainda estamos a tentar perceber se essa reação do sistema imunológico significa realmente que o doente ganha futura imunidade. Ou se este terá uma maior proteção contra uma possível reinfecção? E, se assim for, por quanto tempo essa proteção extra permanece ativa?, concluiu Van Kerkhove.