Júri condena réu a 18 anos de prisão pela morte de jovem em Ibotirama

O júri popular condenou, nesta terça-feira (03), o réu Gilberto Lopes de Moura a 18 anos de prisão por ter matado, em 2006, o jovem Peterson Barbosa Alexandre, de 20 anos, em Ibotirama.

De acordo com a denúncia do Ministério Público, o crime aconteceu no dia 13 de março de 2006. A vítima e o réu estavam em uma boate da cidade, de onde seguiram para um hotel.

Já no local, após um desentendimento, Gilberto Lopes Moura asfixiou Peterson com um golpe no pescoço.  A discussão teria acontecido por causa de um desacerto financeiro.

O réu foi condenado por homicídio triplamente qualificado e, inicialmente, deverá permanecer em regime fechado. Por já ter cumprido parte da pena, ele passará 15 anos, um mês e oito dias na cadeia.

  • Compartilhe:

O Gazeta 5 é um dos principais veículos de jornalismo digital da região Oeste. O site cobre os vários acontecimentos nas áreas de esporte, trânsito, segurança, política, concursos públicos e entretenimento.
Categorias
Fale conosco
Siga-nos