Médicos do Hospital Regional de Ibotirama fazem paralisação por atraso no pagamento de salários

Com salários atrasados há quatro meses, os médicos do Hospital Regional de Ibotirama resolveram entrar em greve nesta quinta-feira (10). Uma faixa fixada na recepção da unidade anuncia a decisão.

Conforme informações, a previsão é de que a paralisação perdure por 72h. Porém, caso os pagamentos sejam efetuados, a greve poderá ser suspensa de imediato. A medida não afeta os atendimentos emergenciais.

Segundo apuração do site Mais Oeste, os atrasos nos pagamentos estariam sendo causados pela empresa que administra o hospital, uma vez que o governo tem repassados os valores.

A informação é de que em outras vezes os médicos chegaram a ficar seis meses sem receber os rendimentos. Mesmo assim, eles continuaram os atendimentos, já que tinham outras fontes de renda.

O problema desta vez é que a falta de pagamento também atingiu outros servidores, o que obrigou os médicos a tomarem a atitude drástica.

Ainda segundo relatos, os profissionais de saúde também temem não receber os salários atrasados, já que o HRI passa por mudanças de administração.

Em resposta ao Mais Oeste, a assessoria de comunicação da Secretaria de Saúde do Estado da Bahia informou que vem realizando pagamentos regulares e consecutivos à empresa que administra o Hospital Regional de Ibotirama. O último deles aconteceu no mês de setembro, no valor de R$ 1,3 milhões.

Ao longo do dia, o Gazeta 5 tentou falar com o diretor-médico do hospital, entretanto não obteve êxito. Por telefone, os atendentes informaram que não estavam autorizados a falar sobre a situação, porém garantiram que a emergência estava funcionando.

  • Compartilhe:

O Gazeta 5 é um dos principais veículos de jornalismo digital da região Oeste. O site cobre os vários acontecimentos nas áreas de esporte, trânsito, segurança, política, concursos públicos e entretenimento.
Categorias
Fale conosco
Siga-nos