Menino é humilhado enquanto vende geladinho no Maranhão e recebe apoio de policiais

Caso aconteceu no último dia 5 e repercutiu nas redes sociais

1

Um caso de humilhação, lamentavelmente, repercute nas redes sociais de todo o país. No Maranhão, um menino de 14 anos é chacoteado por outros garotos enquanto vendia geladinhos, em uma bicicleta, no que parece ser uma escola.

Com uma nota de R$ 2 em mãos, um dos autores da situação provoca a vítima e chega a encostar a cédula no rosto do adolescente, que não resiste e chora.

Após o vídeo ganhar repercussão, várias pessoas se mobilizaram na tentativa de ajudar o adolescente. Em outro vídeo que circula na internet, policiais militares visitam a casa de Adão, nome do garoto humilhado, compram todos os geladinhos dele e pedem para que ele não se abata.   

Ibotirama

Semelhante ao que aconteceu no Maranhão, outro caso de humilhação repercutiu nas redes sociais de Ibotirama, na região Oeste, na última semana.

Sentada na porta de uma escola, uma aluna, que seria da rede pública do município, é humilhada e chega a ser agredida por outra estudante.

Em uma filmagem da situação, é possível perceber o momento em que a agressora puxa o cabelo da vítima e dá um tapa no seu rosto. A cena acontece em meios a gritos e vaias de outros estudantes, que não fazem nada para impedir as humilhações.

Apesar da gravidade e repercussão do caso, não há pronunciamentos oficiais sobre o episódio nem sobre quais medidas foram tomadas diante da situação.

1 COMENTÁRIO

  1. a direção se omite com medo de perder o cargo. Infelizmente essa covardia está aumentando. Faltou clareza a reportagem que deveria identificar a escola e assim sabermos quem é o(a)diretor(a). Este é um momento da direção trabalhar com os seus discentes e não ficar omisso.
    Qual o maior objetivo? o cargo de direção ou a educação

Comments are closed.