Morte dos Mamonas Assassinas completa 23 anos

Um acidente aéreo matou todos os integrantes da banda, em 1996.

0
O grupo ficou conhecido pelo sucesso da Brasília Amarela. (Foto: Fábio Tito/G1)
Publicidade

A partida de um dos maiores grupos musicais dos anos 1990 completa, hoje, 23 anos. A banda Mamonas Assassinas morreu  em 2 de março de 1996, na Serra da Cantareira, em São Paulo, após a queda de uma aeronave.

Composto por Dinho, Bento Hiroto, Júlio Rasec, Samuel e Sérgio Reoli o grupo marcou época pelas apresentações escrachadas e de bom humor. A “Brasília Amarela”, o “Vira-Vira”, os “Pelados em Santos” e de tantos outros hits fizeram a banda vender milhões de cópias.

No dia do acidente, o avião voltava com os tripulantes com destino a São Paulo, por volta das 23h, quando avançou sobre árvores. O tempo estava fechado, e uma espessa neblina cobria parte da serra.


Publicidade