No Dia Mundial do Rim, saiba como evitar doenças no órgão

850 milhões de pessoas sofrem com doença renal em todo o mundo.

0
Foto: Reprodução/Ministério da Saúde

Talvez você ainda não saiba, mas o dia 14 de março é lembrado como Dia Mundial do Rim. O órgão, que é duplo – um na direita e o outro na esquerda, na região posterior do abdômen –, é responsável por filtrar o sangue para controlar a quantidade de água e sal no corpo, regular a pressão arterial, entre outros.

Mas este importante órgão tem causado preocupação. De acordo com a Sociedade Brasileira de Nefrologia, 850 milhões de pessoas sofrem com doença renal em todo o mundo, e a  Doença Renal Crônica causa pelo menos 2,4 milhões de mortes por ano.

No Brasil, um em cada dez brasileiros vai ter algum tipo de doença renal. O mal é silencioso e não apresenta sintomas maiores.

Conforme o Ministério da Saúde,  a melhor forma de prevenir a doença é reduzir o consumo do sal. Dados revelam que os brasileiros comem em torno de 12 gramas de sal por dia, enquanto o recomendado seria de apenas 2 gramas. No organismo, o produto provoca a retenção de água, o que faz com que os rins trabalhem com pressão mais alta.

Outra recomendação importante é tomar água com frequência e não esperar a sede, pois ela já significa desidratação. A falta de água no organismo pode causar, entre outros problemas, o surgimento de pedras nos rins.

O MS alerta que pessoas idosas, portadores de doenças no coração e pacientes com histórico de doenças renais devem fazer exames de urina e dosagem de creatinina pelo menos de seis em seis meses. O acompanhamento é indispensável para garantir o bom funcionamento dos rins.

Publicidade