Obedecendo a várias medidas, comércio em Ibotirama deve voltar à normalidade a partir de amanhã

1
Comércio no centro de Ibotirama. (Foto: Gazeta 5)
Publicidade

Após o anúncio da cura do único caso de coronavírus na cidade, o comércio de Ibotirama deverá voltar à normalidade na próxima quarta-feira (22). É o que prevê um decreto municipal a ser publicado amanhã, no Diário Oficial.

Segundo o texto, medidas rigorosas deverão ser cumpridas pelos empresários a fim de evitar a possível proliferação do coronavírus. A não observância das regras poderá acarretar em multas, que variam de R$ 400 a R$ 2 mil, cassação de alvarás ou medidas coercitivas.

Veja as  principais regras:

  • Fornencimento de EPIs, icluindo máscaras, aos funcionários;
  • Controle rigoroso da limpeza e higiene dos estabelecimentos, incluindo equipamentos utilizados pelos clientes;
  • Disponibilizar itens como sabonete líquido, álcool em gel, álcool líquido 70% em borrifadores, papel toalha e similares para para higiene dos clientes e usuários;
  • Desobstrução das passagens ou corredores, garantindo o distanciamento de 1,5 m entre as pessoas, seja nas filas ou dentro dos estabelecimentos.
  • Garantir o distanciamento de 1,5 m entre os check-out’s (caixas e locais de atendimento) dos estabelecimentos;
  • Indicação de horário especial de atendimento para pessoas idosas, gestantes ou qualquer outra pessoa inserida nos grupos de risco;
  • Controle do número de pessoas nos estabelecimentos, sendo limitado a 01 pessoa a cada 3 m² de área útil;
  • Estabelecer escalar especial com revezamento de colaboradores, limitando a 70% do quadro de empregados por jornada;

Além das regras acima, o decreto também prevê que os fornecedores e comerciantes de bens essenciais à saúde, à higiene e à alimentação, devem estabelecer limites de compra por pessoa para evitar o esvaziamento do estoque de produtos, inclusive quanto ao fornecimento de gás de cozinha e de demais combustíveis.

Também há a recomendação para que os estabelecimentos com mais de cinco funcionários contratem bombeiros civis, que serão responsáveis por controle de aglomerações e orientações sanitárias.

Apesar da liberação do comércio, a Avenida Ex-Combatente continuará fechada para veículos. O bloqueio, até segunda ordem, se dará das 6h às 20h.

1 COMENTÁRIO

Comments are closed.