Polícia de Barra investiga se pediatra foi morto após alertar família sobre abuso de criança

0
Foto: Reprodução
Publicidade

A Polícia Civil de Barra vai investigar se a morte do pediatra Júlio César, assassinado enquanto atendia numa clínica particular da cidade, tem relação com um alerta de sinais de abusos sexuais em uma criança atendida por ele.  

A situação teria acontecido em Buritirama, em 2016. O irmão o médico comentou o caso, que pode ter sido a motivação do crime.

Segundo o delegado Genivaldo Rodrigues, responsável pelas investigações, a família da criança que teria sofrido o abuso deverá ser procurada.

Quando o caso aconteceu, segundo o que contou o irmão do médico, o pediatra teria orientado a família a buscar o departamento que investigaria o abuso, em Irecê. No entanto, ainda não há informações sobre como terminou a situação ou se alguém foi preso.

Dois homens estão envolvidos no assassinato do médico. Um é o que invadiu a clínica e efetuou os disparos contra ele. Já o outro é um motociclista que levou o assassino até o local e o aguardou do lado de fora para lhe dar fuga, após o crime.

Polícia tenta localizar suspeitos de envolvimento com o crime — Foto: Reprodução/TV Oeste

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here