Prefeitura de Irecê interrompe pesquisa do Ministério da Saúde após três dos entrevistadores testarem positivo para Covid-19

0

A prefeitura de Irecê interrompeu um estudo do Ibope Inteligência, com financiamento do Ministério da Saúde, que estava sendo realizado no município, nos últimos dias, após descobrir que três dos entrevistadores estavam contaminados pelo novo coronavírus.

No último dia 14, conforme relato da prefeitura, o órgão recebeu uma denúncia de que pessoas realizavam coleta sanguínea em bairros de Irecê. A polícia foi acionada, e o caso foi parar na delegacia.

A nota afirma ainda que a prefeitura tentou vários contatos com órgãos de saúde, entretanto o aviso da pesquisa só chegou no último domingo (17). A autenticidade do trabalho foi comprovada.

Mesmo assim, os pesquisadores não haviam respeitado o período de quarentena estabelecido em decreto municipal. Por conta disso, em comum acordo, todos os membros da equipe foram testados para Covid-19, e o trabalho continuaria caso todos eles tivessem resultado negativo.

No último dia 15, o resultado dos exames comprovou que três dos pesquisadores estavam contaminados, razão pela qual a prefeitura de Irecê exigiu a lista das pessoas que haviam sido testadas por eles, sob alegação de não liberar os kits e insumos utilizados no levantamento, que haviam sido apreendidos.

Só no último sábado (16), a prefeitura de Irecê recebeu a relação das pessoas entrevistadas e devolveu o material apreendido. Segundo o órgão, os pesquisadores retornaram a São Paulo.

Por medida cautelar, todos os moradores que tiveram contato com os agentes da pesquisa estão sendo monitorados e fazendo novos testes. No entanto, a prefeitura de Irecê informou que os entrevistadores utilizavam os EPIs de maneira correta, o que não favorece a proliferação do vírus.