Projeto Escolas Culturais apresenta: “A Revolta, uma conversa poética”

Estrelando o Circuito Luiz Orlando de Exibição Audiovisual e o Projeto Poetizando Povoados em Cordel, nesta sexta-feira, no Cetep Velho Chico.

0
Foto: Dovulgação
Publicidade
A ação exibirá o filme 1798: Revolta dos Búzios, com o objetivo de proporcionar ao público acesso, reflexão e difusão do audiovisual baiano e brasileiro com diálogo e roda de conversa mediada pelo Historiador Renaildo Pereira (Reizinho) e pela produtora de Audiovisual Crisna Inhof.
Filme: 1798: Revolta dos Búzios, esse longa-metragem tem a direção do cineasta baiano Antonio Olavo. Trata-se de um movimento conspiratório ocorrido na Bahia em 1798, protagonizado por dezenas de homens negros que planejaram um Levante com o objetivo de derrubar o governo colonial, proclamarem a independência e implantar uma República democrática, livre da escravidão. Esse episódio cruzou a linha do tempo e recebeu diversas denominações, entre elas Revolta dos Búzios, Revolução dos Alfaiates e Conjuração Baiana.
O Projeto Poetizando Povoados em Cordel foi um projeto aprovado pelo edital Calendário das Artes  Fundação Cultural do Estado da Bahia (FUNCEB /  SECULTBA) pelo poeta proponente Josemario Fernandes,  na qual fará a leitura do livreto que foi resultado das oficinas de cordel em 6 cidades ribeirinhas.
A atividade é uma ação do Projeto Escolas Culturais do Governo do Estado da Bahia por meio das Secretarias de Educação (SEC), Cultura (SECULT) e Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS), e participação na gestão pelo Instituto de Ação Social pela Música (IASPM).
Participação: Adriano Casanova
Apoio: Colégio Cetep Velho Chico