Projeto que tentava reduzir recesso de 4 para 2 meses é rejeitado na Câmara de Vereadores de Morpará

Um projeto que tentava reduzir o recesso na Câmara de Vereadores de Morpará de 4 para 2 meses foi rejeitado por maioria, na última sexta-feira (11), durante sessão ordinária.

A proposta foi apresentada pelo vereador Idalvan Batista de Queiroz. Incluindo ele, três vereadores votaram pela redução, mas quatro foram contra. Um edil não compareceu à sessão.

“infelizmente, não conseguimos a redução desse recesso. Existem coisas que, por mais que sejam legais, chegam ao ápice da imoralidade”, lamentou Idalvan Queiroz.

Na mesma sessão, um projeto que prevê auxílio financeiro e social aos cantores, proprietários de salões de beleza e proprietários de bares, restaurantes e lanchonetes instalados em Morpará, em virtude dos impactos sociais e econômicos causados pela pandemia da Covid-19, foi aprovado. O texto foi encaminhado pelo Executivo e todos os vereadores presentes optaram pela aprovação.

  • Compartilhe:

O Gazeta 5 é um dos principais veículos de jornalismo digital da região Oeste. O site cobre os vários acontecimentos nas áreas de esporte, trânsito, segurança, política, concursos públicos e entretenimento.
Categorias
Fale conosco
Siga-nos