Rede municipal de ensino de Ibotirama também paralisa atividades em protesto contra reforma da Previdência

De acordo com a representante da categoria, será um grande retrocesso se a reforma for aprovada.

0
Os professores participaram de uma palestra na Câmara de Vereadores. (Foto: Reprodução)
Publicidade

Assim como a rede estadual, os professores da rede municipal de ensino de Ibotirama também pararam as atividades em protesto contra a reforma da Previdência, nesta sexta-feira (22).

 A categoria se reuniu na Câmara de Vereadores e acompanhou uma palestra com um advogado especialista em Direito Previdenciário.

De acordo com a diretora do sindicato dos professores, Lúcia Almeida, a classe entende que, se a reforma for aprovada, será um grande retrocesso para os profissionais, principalmente aos que já estão próximos da aposentadoria pelas regras atuais.

Para a diretora da APLB, todos os direitos que foram conquistados com muita luta estão ameaçados pelo texto da reforma. Por conta disso, segundo ela, é necessário que todos se mobilizem contra a aprovação.