Troncos de árvores mortas viram obras de arte em Ibotirama

As madeiras, até então sem serventia, estão virando carrancas, um símbolo da cultura ribeirinha.

0
A carranca tem mais de um metro de altura.(Foto: Gazeta 5)
Publicidade

Dois jovens ibotiramenses começaram a transformar os troncos de árvores mortas da cidade em obras de arte.  As madeiras, até então sem serventia, estão virando carrancas, um símbolo da cultura ribeirinha, e chamando a atenção de quem passa pelas ruas.

 A ideia surgiu quando os artistas Pinta Silva e Genius Artes perceberam que os troncos de árvores presos ao chão poderiam ser reaproveitados e virar algo melhor. Eles, que já faziam carrancas em tamanhos menores, decidiram colocar as goivas em ação e levar o trabalho porta afora dos ateliês.

A primeira escultura foi feita em um pedaço de aroeira fincado na entrada do Bairro Morada Real, em Ibotirama. Segundo os artistas, o tronco, condenado aos cupins, estava “querendo virar arte”. Esculpida nas horas vagas, a carranca tem mais de um metro de altura e chama atenção pelos detalhes.

Apesar da  pretensão em espalhar o trabalho pela cidade,  Genius e Silva não sabem  quando conseguirão fazer uma nova escultura. Isso porque todo o material utilizado é custeado por eles próprios, que ainda não recebem nenhum tipo de ajuda. Mesmo com dificuldades, esperançosos, eles não vêem a hora de transformar mais um tronco de madeira em obra de arte.

Pinta Silva e Genius Arte esculpiram a carranca nas horas vagas (Foto:Gazeta 5)