UFOB forma primeira turma de médicos na região Oeste

Sem convidados, cerimônia aconteceu em Barreiras, na última segunda-feira (4).

0
Ludnna Baraúna, de 26 anos, ibotiramense. (Foto: UFOB)
Publicidade

No momento em que todas as atenções estão voltadas para o combate à pandemia do novo coronavírus, a Universidade Federal da Bahia (UFOB) formou a primeira turma de médicos da instituição, na última segunda-feira (4).

A cerimônia aconteceu no Campus Reitor Edgard Santos, em Barreiras, e contou apenas com a participação dos formandos e de autoridades acadêmicas. Ao todo, 29 profissionais tiveram a colação de grau antecipada por conta das ações de combate à Covid-19.

 A ibotiramense Ludnna Baraúna, de 26 anos, está feliz por escrever seu nome na história da saúde do Oeste da Bahia e cumprido seu dever. Segundo ela, apesar das dificuldades comuns em primeiras turmas de Medicina, a UFOB possibilitou uma maior proximidade com professores e servidores gabaritados, o que nem sempre acontece em instituições maiores. “Poder aprender e estar ativa em projetos nos bairros de Barreiras me possibilitou experiências que marcaram minha formação ”, disse a médica.

A formatura da primeira turma do curso de medicina da UFOB é ainda um marco para a consolidação do processo de interiorização do ensino superior público federal no Oeste baiano. De acordo com o reitor da UFOB, professor Jacques Antonio de Miranda, “baseado em todo o conhecimento e experiências adquiridos em quase 6 anos de vivência universitária, esses novos médicos estão preparados para reafirmar nossas esperanças, salvar vidas e contribuir para o fortalecimento do sistema brasileiro de saúde”, pontuou o reitor.

Atualmente, o curso de Medicina da UFOB conta com 384 estudantes. O ingresso ocorre por meio do Enem/Sisu, com 80 vagas anuais. Desde o começo da graduação, os estudantes desenvolvem atividades em bairros de Barreiras e em alguns municípios do Oeste.