Veja o que não deve ser solicitado na lista do material escolar do seu filho

No geral, não podem ser exigidos materiais para uso coletivo, como produtos de higiene, limpeza, atividade de laboratório, ou para serem utilizados na área administrativa.

0
Devem ser exigidos materiais de uso individual.(Foto: Gazeta 5)

Com a volta às aulas se aproximando, os pais devem ficar atentos na hora de comprar o material escolar dos seus filhos. Conforme o O PROCON-Bahia, cerca de 61 itens não podem ser exigidos pelas escolas durante o período de matrícula dos alunos.

No geral, as unidades escolares não podem solicitar materiais para uso coletivo, a exemplo de produtos de higiene, limpeza, atividade de laboratório, ou para serem utilizados na área administrativa. Estes materiais são de responsabilidade da escola, aponta o órgão de proteção ao consumidor.

O PROCON também ressalta que as instituições de ensino não podem determinar marcas e modelos de produtos. Além disso, direcionar os consumidores para que adquiram o material escolar em determinados locais pode configurar prática abusiva no mercado de consumo.

Foto: Reprodução/PROCON